CINCO MANEIRAS INCRIVELMENTE FÁCEIS DE ESPALHAR GENTILEZA A CADA DIA

image

Por Catherine Pearson

Grandes gestos e atos filantrópicos são maravilhosos, mas eles são apenas isso – grandes. Eles exigem tempo, planejamento e, muitas vezes, um investimento financeiro substancial.
Felizmente, pesquisas têm mostrado que atos menores podem ter retornos grandes, tanto para quem dá quanto para quem recebe. Bondade em todos os dias tem sido associada a tudo, desde aumento da felicidade à diminuição da inflamação no corpo, como explicou David Hamilton, autor de Porque Gentileza é Bom Para Você.
Com isso em mente, aqui estão apenas algumas maneiras extremamente simples, decididamente factíveis de retribuir e ser gentil … hoje.

1. Faça uma conexão pessoal.

Os chamados “comportamentos pró-sociais” – atos sociais voluntários destinados a beneficiar os outros – são contagiosos (aqueles que recebem tendem a passá-lo para a frente) e levam a melhorias de longo prazo na felicidade, bem como na satisfação com a vida de modo global ao doador, de acordo com Sonja Lyubomirsky, professora de psicologia na Universidade da Califórnia em Riverside, que pesquisou o tema. “Descobrimos que os tipos sociais (de bondade) têm de alguma forma efeitos um pouco maiores”, ela disse ao The Huffington Post. “Pode ser algo como” eu ajudei a minha irmã com seu dever de casa” ou ”eu ajudei alguém a levar um pacote.”
“Durante o dia, faça uma conexão pessoal com pessoas que você normalmente tende a deixar passar em branco: o caixa do supermercado, o pessoal da limpeza em seu escritório ou o seu hotel, o balconista no café”.
A editora-chefe do HuffPost Arianna Huffington insiste em seu mais recente livro Prosperar: “veja como isso ajuda você a se sentir mais vivo e reconectado ao momento.”

2. Faça o dia de alguém mais fácil.

Enquanto comportamentos pró-sociais são ótimos, a bondade não precisa acontecer cara-a-cara, para valer a pena.
“Em vez de deixar o seu carrinho de compras no meio do estacionamento quando você está no supermercado, faça o trabalho de alguém mais fácil, devolvendo-o ao lugar que ele pertence”, como a Fundação Atos Aleatórios de Gentileza sugere em seu site.
Doar uma pequena quantia de dinheiro para uma organização em que acredita, ou colocar dinheiro em um parquímetro de estacionamento para a próxima pessoa que vem, também pode fazer uma grande diferença, disse Lyubomirsky. Ou fazer parte de algum evento espontâneo como o “Pay It Forward”, que durou 11 horas num café Starbucks na Flórida em agosto passado, em que 378 clientes compraram bebidas para a pessoa atrás deles na fila.

3. Use os talentos que você já tem.

Você não precisa sair de sua maneira de ser e doar dinheiro ou fazer algo novo e diferente, a fim de ser gentil; você pode perfeitamente usar o que você já tem em seu arsenal, Arianna escreve em Prosperar. “Usar uma habilidade ou talento que você tem – culinária, contabilidade, decoração – para ajudar alguém que poderia se beneficiar disso”, escreve ela. “Isto vai alavancar sua transição de quem busca oportunidades para alguém que as oferece.”
A pesquisa de Lyubomirsky concluiu que a melhora inicial que se experimenta depois de fazer algo gentil pode se dissipar, uma vez que se torna um hábito, mas também há evidências de que os pequenos momentos de bondade podem levar a algo que ela chamou de “efeito espiral ascendente”. Cozinhar para alguém uma deliciosa refeição pode fazer você se sentir bem sobre si mesmo, mais conectado com o resto do mundo e, por sua vez, levar você a criar novas conexões sociais. Um pequeno momento pode ter um efeito cascata positivo.

4. Perdoe alguém.

Esteja relacionado a algo grande ou pequeno, o perdão tem benefícios óbvios para a pessoa que recebe – e, como a Clínica Mayo esclarece, não significa negar a ação que a pessoa desempenhou erradamente.
Mas os benefícios se estendem para dentro, também. Como relata a Clínica Mayo, o perdão tem sido associado a relacionamentos mais saudáveis, maior bem-estar geral, diminuição do estresse e ansiedade, bem como a melhoria dos resultados físicos, tais como pressão arterial mais baixa, e menor risco de abuso de álcool e de outras substâncias.

5. Medite.

A meditação não é um comportamento inerentemente pró-social (embora alguém pudesse muito bem argumentar que ter tempo para meditar é uma forma de mostrar bondade para si mesmo). Mas a pesquisa mostrou que a meditação em bondade amorosa, em que se dirige pensamentos ou desejos positivos para com os outros, pode ajudar a impulsionar a conexão social e um sentido de positividade em relação aos outros.
A revista Time relatou em um pequeno estudo de 2013, conduzido por Barbara Fredrickson, professora de psicologia na Universidade da Carolina do Norte, Chapel Hill, no qual os membros do corpo docente que praticaram meditação em bondade amorosa durante seis semanas experimentaram aumentos de alegria e de esperança, bem como um maior senso de conexão com os outros. Como Psychology Today informou, os estudos também têm sugerido que pode conter a dor crônica e enxaqueca, e ajudar a aumentar a compaixão e empatia.

Direitos Autorais:
Fonte: http://www.huffingtonpost.com/2014/11/14/random-acts-of-kindness-gi…
Tradução: Luciana Pellegrini Drucker
http://www.luzdegaia.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s