DOENÇAS DO CORPO E DO ESPÍRITO

image

por Nadya Prem

A doença é um estado de anormalidade no qual o corpo apresenta padrões desequilibrados em sua homeostase.
O corpo físico sozinho nada pode fazer por si mesmo, ele depende do impulso vital que o espírito lhe impõe. Basta observar um cadáver para comprovar que algo o anima, a sua consciência.
O espírito, nossa consciência imortal, para sua manifestação, reveste-se de corpos sutis e do corpo físico.
Envolto numa variedade de corpos que se diferenciam apenas pelo grau de densidade energética, o espírito evolui no plano físico, através das adversidades no convívio familiar, social e profissional e das doenças que o acometem.
Vive seus conflitos, movido por seus desejos, suas paixões e repulsas.
Em sua interrelação com o ambiente e com os outros, o espírito cria laços energéticos e comportamentos que induzem a saúde ou a doença.

Nesse âmbito, incluem-se os vínculos com o plano astral, conforme sintonia vibratória que aproxima os semelhantes. Obsessões e ligações espirituais perniciosas que acompanham a vida diária ou conexão com os benfeitores espirituais.
O corpo físico vivencia a partir de um padrão de informações que recebe do espírito encarnado.
O sistema nervoso e o sistema endócrino, a liberação hormonal o sistema autoimune e toda a fisiologia humana refletem o estado de harmonia ou desequilíbrio que advém do espírito.
A reciprocidade entre a psique, o SNC – Sistema Nervoso Central e o sistema imunológico já é tema de estudo da nova ciência médica a psiconeuroimunologia.

As evidências da interação entre esses sistemas incluem as doenças infecciosas, câncer, alergias, doenças autoimunes, transtornos emocionais e mentais.
Portanto, conclui-se que antes do corpo apresentar a doença, há um desequilíbrio na consciência que o anima.
A doença se instala inicialmente nos corpos sutis onde acumulam e corporificam as vivências do espírito, desta e de outras encarnações. Criam-se máculas, provenientes do karma produzido, dentro da lei de causa e efeito.
O espírito movido pelo egoísmo provoca o desequilíbrio em seus corpos sutis.
Os pensamentos produzem uma radiação e uma forma que flutua no espaço energético de seu criador.
Essa forma-pensamento, conforme sua qualidade, irá influenciar o padrão energético do espírito. Assim também suas emoções corporificam. Sentimentos, desejos e emoções têm profunda influência sobre os corpos sutis.

Eckhart Tolle descreve as emoções que constituem o Corpo de Dor. Denominação que ele propõe às formas elementais artificiais construídas no plano sutil, pela mente inferior, capaz de desorganizarem o ser integral.

A exteriorização dos desejos, fruto da mente egóica, dominada pela natureza animal, provoca nos corpos sutis as desordens que por fim atingem o corpo fisco.em forma de doença.
Os transtornos psicológicos, de um modo geral, são provocados pela cristalização das formas-pensamento  estagnadas e sustentadas pelo padrão repetitivo e reativo do espírito.
Algumas doenças são provenientes de karmas produzidos em vidas passadas e que precisam ser expurgados na vida atual.
Nesses casos encontramos as causas de muitas doenças que o homem não consegue explicar ou curar pelas vias materiais.
Temos também que considerar as deformidades físicas e doenças mentais de nascença, que são consequências do mau uso do corpo físico em outras encarnações, muito mais que resultados da genética e da hereditariedade.  O desrespeito com o próprio corpo físico gera efeitos nocivos que podem se prolongar para além da morte e de outra encarnação futura.

Para mantermos nossa saúde e buscarmos a cura temos que ter a consciência dos diversos fatores que envolvem o estado atual de desarmonia. Compreender a responsabilidade que nos cabe em mudar nossa condição estática.
Atentar aos cuidados com os pensamentos, sentimentos, emoções e comportamentos que nos sustentam os padrões vibratórios e nossas criações no mundo sutil.
Desapegarmos das emoções negativas que contaminam nossos corpos. Alterar nosso campo de energia com pensamentos positivos. Interromper o circulo vicioso e inconsciente do padrão repetitivo doentio que fortalece e mantém  os desequilíbrios. Vícios mentais e emocionais que perpetuam em nosso ser.

Para facilitar a compreensão, vamos dar  exemplos práticos:

– Quantas vezes ao dia você reage com irritação, medo ou raiva frente aos acontecimentos e atitudes dos outros que lhe desagradam?
– Quando se sente assim, procura tomar consciência dessa emoção negativa que lhe coloca em frequência vibratória pesada e densa, ou prefere fugir da situação e reprimir a emoção?
– Guarda ressentimentos, mágoas, desgostos?
– É ciumento e possessivo?
– Culpa o outro ou a si mesmo?
– Tem dificuldade para mudanças?
– É inflexível?
 
Precisamos aprender a substituir a dominação que o “eu” exerce sobre a nossa existência. Substituir os sentimentos egoístas pelo amor incondicional!
No treinamento diário que a rotina da vida nos coloca, vamos aos poucos perdoando, aceitando, enfrentando e agindo pelo impulso do amor.
Amor que não julga, não cobra, não faz restrições. Amor por si mesmo e pelo outro.
Mas qual o caminho a seguir? Como aprender a amar?
Toda dor e sofrimento, toda doença física  ou psicológica, tem em comum a falta de autoconhecimento que pode  proporcionar a possibilidade de mudança desse estado patológico.
Cabe então a nós, ampliarmos nossa consciência para acessarmos o ” Observador” que mora dentro de nós. Ele saberá, como um mestre, auxiliar-nos em nossas escolhas.

O Observador está além da pessoa, ele é transpessoal e está mais próximo do amor incondicional. Ele está em contato direto com a luz da compaixão. Ele se mostrará á medida que haja consciência de si mesmo.
Se você está nesse momento passando por uma crise familiar, amorosa, profissional, por uma doença física, ou um transtorno psicológico, compreenda que tudo isso pode ser mudado.
Você pode mudar essa situação! Fortaleça-se através de ajuda terapêutica, busque o despertar e reconheça sua potencialidade.
adquirir confiança em si e na transformação que ocorre quando conectados à energia do amor incondicional.
A vida é uma experiência divina e deve ser presenciada aqui e agora. O espírito imortal é o Observador atento e imune às armadilhas do ego.

Namastê

Para saber mais sobre Nadya Prem, seus artigos e terapias, acesse e  participe do blog http://www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br e de seu grupo no facebook http://www.facebook.com/groups/espiritoespirito 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s