PARA ESCREVER BEM: CINCO DICAS SEMPRE ÚTEIS

image

por Alessandra Garattoni 
em 11 de junho de 2014 

Gosto, sempre gostei de escrever. Mais do que juntar palavras, sempre fui – e sigo sendo – uma curiosa que adora aprender regrinhas de português e uma chata que valoriza (talvez até demais!) um texto com grafia e pontuação sempre corretas. É que, além de oferecer o prazer da boa leitura em si, sempre acreditei que um parágrafo livre de erros tende a passar mais credibilidade. E que linhas bem alinhavadas fazem com que o leitor tenha mais vontade de ler até o fim.

Por conta de tudo isso, virei a “professor Pasquale” das amigas e, dia desses, uma delas disse que eu deveria organizar um workshop de escrita para quem quer escrever melhor. A ideia do workshop fica engavetada (não sei até que ponto isso é algo que se ensina e tenho minhas dúvidas se eu teria didática para tal!), mas preparei uma listinha simples e objetiva para ajudar na missão texto perfeito!

1) Frases curtas facilitam a leitura e evitam as dificuldades de pontuação – fuja sempre daqueles parágrafos sem nenhum ponto final no meio!

2) Por falar em pontuação, muito cuidado com as vírgulas – elas não podem ser colocadas aleatoriamente em um texto, é preciso manter o sentido. Nunca isole sujeito e predicado e entenda que se um trecho vem entre vírgulas é porque ele pode ser retirado sem prejuízo ao sentido da frase.
exemplo: A viagem, que incluiu França e Inglaterra no roteiro, foi inesquecível!

3) Use o dicionário – palavras com mesmo som e escrita diferente confundem até quem escreve com frequência. Só um bom Houaiss acaba com qualquer dúvida!

4) Evite frases com sujeito e predicado em ordem invertida, técnica de escrita que requer mais atenção e domínio. O simples é sempre um luxo, também na hora de escrever.

5) Tenha dúvidas! Já dizia uma ex-chefe minha: “Dúvidas, tenham mais dúvidas!”. A curiosidade de sempre consultar dicionários, gramáticas e o Google anda ao lado da humildade de ouvir correções – muitas vezes aprendo com leitoras, que me escrevem com alertas de algo que escrevi errado (nossa língua é cheia de pegadinhas e nunca conheceremos todas!). Com essa dupla sempre em dia, a gente passa a escrever melhor – e de forma cada vez mais correta – a cada texto.

No mais, escreva muito, treine bastante, porque, como quase tudo na vida, a prática trabalha a favor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s