Como saber se o mel é puro ou adulterado?

image

Os efeitos positivos do mel sobre a nossa saúde são bem conhecidos, e são fruto de seu alto teor de minerais, vitaminas e oligoelementos. Mas, lamentavelmente, existem no mercado muitas marcas de mel adulteradas.

Muitas delas são misturas de mel com soluções de glicose ou mel de pouca qualidade, com alto teor de água, por serem obtidos de células sem opérculo (que não são tapadas com cera).

Afortunadamente, existem alguns testes simples que podemos realizar em casa para comprovar se o mel que compramos é puro e de boa qualidade ou se, pelo contrário, está adulterado ou contém muita água.

Leia a etiqueta

A primeira coisa a fazer antes de comprar um frasco de mel é ler a etiqueta e se certificar que na lista de ingredientes não aparece o “xarope de alta frutose” ou glicose comercial, dois aditivos utilizados frequentemente para não permitir que o mel se solidifique.

Solidificação do mel

Todo mel é líquido, mas com o tempo, tendem a solidificar-se ou “açucarar-se”. Se compramos um frasco de mel que já está cristalizado, trata-se de um mel puro. Mas se compramos um frasco de mel líquido, podemos esperar alguns dias para constatar se ele solidificará ou coloca-lo na geladeira para acelerar o processo. Se o mel não se cristalizar, há grandes probabilidades de que se trate de mel adulterado.

Truques para saber se o mel é puro

Aqui vão alguns truques simples que podem ser úteis para sabermos se o mel que compramos é puro, se foi adulterado de alguma maneira ou se tem alto teor de umidade.

Pegue uma colher de chá de mel e coloque-o dentro de um copo d’água. Se o mel se dissolver, então não é mel puro. O mel puro deve ficar junto, como um sólido, quando é submergido em água.

Pegue um pouco de mel e misture-o com água. Sobre esta solução coloque quatro ou cinco gotas de essência de vinagre. Se observar que se forma espuma, o mel pode estar adulterado com gesso.

Pegue uma colher de sopa de mel e vire-a para baixo. O mel que estiver muito úmido cairá rapidamente, mas o mel maduro, de boa qualidade, ficará na colher ou cairá muito lentamente.

Acenda um fósforo e tente queimar um pouco o mel.  Se você notar que o mel incendeia e queima, trata-se de mel puro. O mel mais impuro ou de pouca qualidade contém água, o que impede que ele queime.

Se você tiver iodo em casa, pegue um pouco de mel, misture-o com água e adicione algumas gotas de iodo. Se a solução ficar azul, o mel foi adulterado com amido.

Pegue um pedaço de pão velho, duro e submerja-o no mel. Se em 10 minutos o pão continuar endurecido, trata-se de mel puro. Se houver muita água no mel, o pão amolecerá. 

Como vimos, estes testes simples nos ajudarão a comprovar a qualidade do mel que compramos e assim poderemos escolher o mais puro, a fim de aproveita ao máximo os benefícios de incluir o mel em nossa alimentação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s