QUATRO PASSOS PARA SUPERAR O RESSENTIMENTO

image

O ressentimento se acumula quando não somos verdadeiros com as pessoas em nossas vidas. O que não é dito é o que causa ressentimento; muitas vezes, pequenas coisas que se acumulam um sobre o outro, até que o menor evento pode desencadear uma reação explosiva. Tente incorporar estes hábitos em sua vida para se libertar do ressentimento:
 
– Diga o que você sente no momento
 
Falar a nossa verdade é uma das coisas mais difíceis para nós. Dizer às pessoas -especialmente aquelas que amamos e admiramos- o quanto estamos chateados com eles, é extremamente difícil; a razão que faz com que seja tão difícil é que temos medo de rejeição, de perder sua aprovação e, finalmente, perder o seu amor, mas quando não dizemos o que está acontecendo, a irritação momentânea ou conflito gerado por suas ações são armazenados no interior e se acrescentam todas as outras vezes que nos reprimimos por problemas semelhantes. Estas emoções se tornam uma barreira de energia que impede que o amor que sentimos circule livremente: cada vez que vemos a pessoa, lembramo-nos inconscientemente daqueles momentos que nos incomodaram e, portanto, a nossa atenção, em vez de estar totalmente presente para aceitar a pessoa como é, fresca e nova em todos os momentos, ela se distrai, concentrando-se no que está errado. A espontaneidade da relação então já se foi.
 
Se quisermos ser gentis e amigáveis, nossas interações tornam-se uma representação, uma atuação onde o amor verdadeiro é difícil de encontrar. Quando você decide enfrentar o medo da rejeição e dizer o que você realmente sente, algo surpreendente acontece. A sua transparência a liberta, o que lhe permite liberar os juízos e emoções acumuladas e deixar ir o ressentimento. Assim, a apreciação e inocência que a relação tinha tido antes podem voltar. Esta é a razão pela qual muitos casais vão crescendo separados ao longo do tempo: por medo de perder o outro, escondem o que realmente sentem. O resultado? Duas pessoas que estão fisicamente próximas, mas separados internamente de qualquer maneira.
 
– Desenvolva um relacionamento amoroso com você mesmo
 
A necessidade de sermos aprovados por nossos entes queridos, de controlar e manipular a sua opinião acerca de nós, vem de nossa própria necessidade de aceitação e amor. Só quando perdemos a capacidade de aceitar a nós mesmos é quando começamos a nos preocupar com o que os outros pensam e, por isso, começamos a esconder e retorcer para nos tornarmos o que nós consideramos “bom o suficiente”. A fim de mudar essa situação, nós temos que ir para dentro e começar a buscar em nós mesmos. Há muitas maneiras de ir para o interior; algumas pessoas usam a meditação, outros simplesmente se concentram em estar presentes consigo mesmo… Eu ensino as facetas do meu sistema, que é o que funcionou para mim. O importante é que você comece a se ouvir, prestando menos atenção à forma como o exterior diz que você seja e começar a ouvir a voz do seu próprio coração. Isto tornará mais fácil para você começar a falar a sua verdade e soltar a necessidade de aprovação externa.
 
– Sinta suas emoções
 
Para liberar a carga acumulada de ressentimento, permita-se sentir. As crianças não se sentem ressentidas precisamente por esta razão: sentem tudo, sem “filtrar” o que devem ou não devem expressar. Devido a isso, elas são capazes de ver tudo fresco: cada momento é novo, cheio de possibilidades e emoção. É como se, à medida que envelhecemos, aprendemos a julgar certas emoções como ruins e, ao fazê-lo, começamos a armazenar essas emoções em nosso interior, carregando-as para cima e para baixo: sem perceber, elas se tornam a nossa companhia subconsciente constante. Permita-se estar com raiva, dar-se a liberdade de sentir-se triste. Quando você fizer isso, você vai achar que o ressentimento e amargura sobre eventos passados ​​começam a se dissipar e você é capaz de recuperar a magia e a maravilha inocente da infância.
 
– Escolha dar
 
O ressentimento vem de sentir carência de algum tipo: de se sentir maltratado, desrespeitado, ou ferido de alguma forma. Quando você se sentir assim, escolha dar. Quando você dá, você leva sua atenção longe de seu próprio drama de insatisfação e, imediatamente, você se concentra na abundância: naquilo que você tem, em vez do que está errado ou o que está faltando. Esta é uma forma muito poderosa para mudar o seu foco, da carência para a apreciação.
 
O ressentimento é um truque que temos para ficar longe da apreciação da beleza do momento presente. Não deixe que ele a domine: a vida é preciosa demais, muito cheia de emoção e oportunidades para permanecermos presos no passado. Utilize estes passos simples para treinar e experimentar o frescor do aqui e agora, e você ficará livre de ressentimentos.
 
Fonte- http://www.stum.com.br/Isha
Por Mavi Hostettler/www.essencia.ning.com
Este trabalho pode ser compartilhado com outros
sites desde que os direitos autorais sejam
respeitado citando a fonte de pesquisa / autor e o link.
Obrigado por incluir o link de nosso website quando
compartilhar este trabalho com outros. (MaviHostettler)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s