LIDANDO COM A TRISTEZA

image

Elisabeth Cavalcante

Uma das questões que mais suscita ansiedade nos seres humanos é: como livrar-se da tristeza? Este sentimento é, talvez, o mais prontamente rejeitado quando surge no interior de alguém.

Entretanto, ele é parte indissociável da vida, tanto quanto a alegria. Aceitar esta verdade reduz, em grande parte, o mal estar que experimentamos quando somos tomados pela tristeza.

Aceitar não significa querer cultivá-la para sempre, nem considerá-la agradável, mas sim reconhecê-la como uma demonstração importante de sensibilidade, qualidade imprescindível à condição humana.

Quanto mais tentamos negar a tristeza ou rejeitar este sentimento, querendo que ele desapareça o mais rápido possível, mais difícil será nos libertamos, pois tudo o que é negado ou reprimido tende a se tornar ainda mais forte e predominante em nós.

Devemos aceitar com tranqüilidade que, em algumas circunstâncias, é impossível e antinatural não sentir tristeza. Porém, não podemos perder de vista, nem mesmo nestes momentos, que a felicidade deve sempre ser a meta principal da vida, por pior que seja a situação que estejamos enfrentando.

Ter em mente que aquela situação é uma realidade momentânea, e não será definitiva, nem a única condição possível para o resto de nossas vidas, ajuda-nos a ter forças para construir uma nova disposição interior.

“Aceite a tristeza como parte da vida – não resista a ela, permita-a, ajude-a. E este é o caminho alquímico para transformar de modo total a natureza da tristeza. A natureza da tristeza torna-se clara. Em pouco tempo não é mais tristeza – ela é transformada em alegria.

Tristeza permanece tristeza se você luta com ela, se você a nega, se você a rejeita.
A tristeza permanece tristeza se você está contra ela – de outra forma, a tristeza é pura energia. Se você a recebe, se você a abraça, se você não tem medo dela, nem raiva dela, você ficará surpreso, imensamente surpreso: você terá mudado totalmente a natureza dela, ela não é mais tristeza. Mesmo as lágrimas começam a se tornar sorrisos, e a tristeza se torna silêncio.

Tudo aquilo que nós conhecemos como negativo pode ser transformado em positivo.
E o segredo é simples: aceitação, total aceitação. Nada tem de ser condenado, de nenhuma maneira.

Tudo que vier tem de ser recebido com grande gratidão, como um presente de Deus. E você estará pronto para transformar flores em espinhos e pedras comuns em diamantes. A vida absolutamente ordinária começa a apresentar o sabor do extraordinário.

Então, nada é ordinário, porque tudo começa a se tornar uma excitação. Nada é ordinário – porque você está tão extático a respeito de tudo…

Embora você esteja se movendo no mesmo mundo, com as mesmas pessoas, você pode viver em um mundo totalmente diferente – e não ser parte de nada mais.
Um tipo de transcendência acontece. Mesmo a morte é tão profundamente aceita que
desaparece todo o medo e mesmo ele se torna uma dança”.

OSHO – The Rainbow Bridge

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s